Como saber qual curso fazer? Confira 5 dicas imperdíveis

biblioteca de faculdade

A hora de prestar vestibular chegou e você está se perguntando como saber qual curso fazer? Não se preocupe. Essa é uma escolha difícil, mas existem algumas dicas que podem te ajudar nesse caminho. 

Em primeiro lugar, trata-se de um momento que exige muito autoconhecimento. Então aposte em ferramentas que ajudem a desenvolver essa habilidade. Além disso, há alguns profissionais especializados, como os psicólogos, que podem dar uma forcinha também na sua decisão.

A seguir, você vai entender melhor como funciona esse processo e a quem recorrer. Assim como dicas para conhecer melhor os cursos da FMU. Confira!

Como saber qual curso fazer?

1 – Analise seus gostos e habilidades

Você já viu ali em cima que o autoconhecimento é um dos primeiros passos para escolher um curso de graduação. Mas como fazer isso?

Uma dica que pode ajudar é listar as coisas que você gosta, seus hobbies e características marcantes da sua personalidade. Se quiser, dá para fazer até um mapa mental, relacionando tudo isso. 

Depois, pense: 

  • Em quais profissões eu posso utilizar essas habilidades que eu tenho? 
  • Será que meus hobbies podem virar uma carreira?

Respondendo essas perguntas, você deve ter uma lista inicial de possibilidades, a partir da qual vai lapidando a escolha. 

2 – Tente se imaginar no futuro

Ainda no caminho do autoconhecimento, vale pensar o que você quer para o seu futuro. Claro que esses objetivos podem mudar conforme você amadurece, mas ter essa noção ajuda a pensar nas profissões possíveis para a sua vida.

Por exemplo, se você acredita que a sua maior realização pessoal vai vir de ajudar os outros, pode ser que você escolha profissões que exigem dedicação integral, como a Medicina. 

Por outro lado, se o seu objetivo é ter mais estabilidade para estabelecer uma família, talvez áreas que ajudem na hora dos cursos públicos pode ser uma opção. 

Obviamente, essas são apenas ideias e não fecham as suas possibilidades. É possível conciliar as profissões com os seus sonhos e até adaptá-las para se encaixarem nisso. Mas ter uma noção da rotina que você espera ter em 10 ou 15 anos ajuda a tomar decisões mais conscientes. 

3 – Faça um teste vocacional

As duas dicas anteriores não foram suficientes? Então não se preocupe, existem muitas ferramentas de teste vocacional que podem ajudar. Inclusive online!

Faça um desses testes e veja quais as respostas vão aparecer. Depois, pesquise mais sobre elas e veja se fazem sentido para o seu futuro.

Da mesma forma, procure testes de personalidade. Eles podem ajudar na parte do autoconhecimento, mostrando habilidades que você talvez não valorizasse tanto em si mesmo. 

Uma opção nesse caso são os testes de MBTI, sigla que significa Tipologia de Myers-Briggs em português. No resultado, você vai descobrir que se encaixa em um dos 16 tipos de personalidade listados, que correspondem a siglas e tem apelidos, como “Ativista” ou “Diplomata”. 

Em seguida, é só ler um pouco mais sobre o seu tipo de personalidade e ver quais profissões as pessoas com essas características costumam seguir.

Assim, vai ficar mais fácil ter ideias das ocupações que fazem sentido para você e combinam com os seus pontos fortes.

4 – Faça muita pesquisa

Se você chegou até esse texto, já deve estar procurando como saber qual curso fazer. Mas a resposta não está em apenas um artigo. Você vai precisar fazer muita pesquisa para conhecer mais a fundo as profissões que surgirem na sua lista. 

Entenda quais áreas do conhecimento estão relacionadas com aquela profissão que você escolheu. Veja se existem outros cursos semelhantes e quais as diferenças entre eles. 

Também preste atenção nas modalidades de ensino. Pode ser que, neste momento, o ideal para você seja um tecnólogo, um bacharelado ou uma licenciatura. Compreenda as diferenças entre eles antes de fazer a matrícula.

Aliás, lembre-se de conversar com profissionais da área antes de começar a estudar. Ou pelo menos procurar textos, vídeos e entrevistas com eles online. Assim, vai dar para ter um gostinho da rotina da profissão. 

5 – Converse com profissionais

Por fim, se você ainda está se perguntando como saber qual curso fazer, uma solução pode ser a orientação vocacional com especialistas. 

Hoje em dia, existem psicólogos especializados em atender jovens com dificuldade de escolher uma carreira ou até pessoas mais velhas, que estão passando por uma transição para outra profissão.

Se for possível, pesquise sobre os profissionais que oferecem esse tipo de orientação na sua cidade. Ou então pergunte para os seus professores na escola se ela não possui esse tipo de serviço.

Alguns colégios de Ensino Médio contam com psicólogos que conversam com os alunos e ajudam nessa decisão.

Conheça os cursos da FMU

Depois que você descobrir como saber qual curso fazer, vai chegar a hora de optar por uma instituição de ensino de qualidade. É aí que entram os cursos da FMU, uma faculdade com mais de 50 anos de tradição e muitas opções de graduação para você. Acesse o site e conheça todas as possibilidades.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *