Transporte Rodoviário: Conheça os Principais Custos

transporte-rodoviario-custos (1)

Os custos de transporte são muito altos e quando se trata de longo prazo, os caminhoneiros, em muitos casos, se esforçam para sobreviver à medida que enfrentam a demanda fraca e os custos operacionais crescentes – a maioria dos quais flui de problemas além do controle das operadoras.

Por isso, é essencial saber quanto custa cada operação, pois a partir disso é possível estabelecer estratégias mais alinhadas e desenvolver um planejamento efetivo para lucrar mais e ter mais sucesso.

Custos e taxas de transporte

Os sistemas de transporte enfrentam requisitos para aumentar sua capacidade e reduzir os custos dos movimentos.

Todos os usuários têm que negociar ou fazer propostas para a transferência de bens, pessoas, informações e capital, porque suprimentos, sistemas de distribuição, salários, tarifas, locais e custos de combustível estão mudando constantemente.

Há também custos envolvidos na coleta de informações, na negociação e na execução de contratos e transações, que são frequentemente referidos como o custo de fazer negócios. O comércio também envolve custos de transação que todos os agentes tentam reduzir, uma vez que os custos de transação representam uma parcela crescente dos recursos consumidos pela economia.

Dessa forma, é importante entender os custos, sendo divididos em:

Custos fixos

Os custos fixos referem-se àqueles que não mudam de acordo com a distância percorrida, ou seja, são custos que precisam ser pagos, como:

  • Licenciamento dos veículos;
  • Seguro de carga;
  • Salário dos motoristas;
  • Aluguel de galpão;
  • FGTS e INSS do salário dos envolvidos no transporte;
  • Salários do pessoal da oficina;
  • Reposição do veículo e dos equipamentos;
  • Impostos.

Custos variáveis

Em relação aos custos variáveis, incluem-se:

  • Revisões;
  • Combustíveis;
  • Pneus;
  • Recauchutagem;
  • Lubrificantes;
  • Pedágios;
  • Peças;
  • Cubagem;
  • Re-entregas;
  • Impostos sobre vendas.

Despesas

Além dos custos fixos e variáveis, despesas como salários, material de expediente, aluguel de escritório administrativo e investimentos em marketing/publicidade também são gastos que envolvem o transporte rodoviário.

Importância de avaliar custos e despesas

A diferença entre custos, taxas e despesas pode resultar em perda ou lucro do provedor de serviços. Considerando os componentes dos custos de transporte discutidos anteriormente, a fixação de tarifas é uma tarefa complexa e sujeita a constantes mudanças.

Para o transporte de cargas e muitas formas de transporte de passageiros (por exemplo, transporte aéreo) as tarifas estão sujeitas a uma pressão competitiva.

Isso significa que a taxa será ajustada de acordo com a demanda e a oferta. Eles refletem os custos diretamente envolvidos com o frete (custo do serviço) ou são determinados pelo valor da mercadoria (valor do serviço).

Como muitas empresas envolvidas no transporte de cargas são privadas, as taxas tendem a variar, muitas vezes de forma significativa, mas pensar na rentabilidade é fundamental.

O componente tempo de transporte também é uma consideração importante, pois está associado ao fator de serviço de transporte. Eles incluem o tempo de transporte, o tempo do pedido, o tempo, a pontualidade e a frequência.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *