Problemas Mais Comuns do Trocador de Calor

problemas com trocador de calor

Entre os muitos componentes de um sistema de aquecimento, o trocador de calor é o mais crítico. Afinal, sua falha pode ter um impacto profundo no desempenho de um sistema.

Por isso, neste artigo procuramos identificar e apresentar para você os principais problemas em trocadores de calor, que podem ter implicações no desempenho de todo um processo industrial. Veja!

Trocador de calor: problemas comuns

Ferrugem

A ferrugem no trocador de calor é o resultado de condensação corrosiva, em que a umidade se forma dentro e fora. Se não for dada atenção imediata, a ferrugem vai arruinar o metal lentamente. 

Uma vez que as linhas de condensado estão bloqueadas, os gases de combustão não serão capazes de escapar adequadamente, o que faz com que o metal enferruje a partir do interior.

Vazamento

Existem dois tipos de vazamentos nos trocadores de calor: internos e externos. Na maioria dos casos, os vazamentos são resultado de juntas defeituosas e podem ser facilmente corrigidos. 

Vazamentos em tubos, por outro lado, são tipicamente mais problemáticos, pois podem exigir a necessidade de tampar ou soldar o vazamento ou, em alguns casos, substituir o tubo completamente. 

As causas comuns de vazamentos nos tubos incluem corrosão, fadiga de metais e defeitos de solda. Esses problemas são frequentemente intensificados sob alta pressão.

Craqueamento

Com o tempo, o metal do trocador de calor pode rachar. Quando isso acontece, os gases de combustão são liberados no fluxo de ar, o que pode representar um risco para a saúde de funcionários.

Um trocador de calor rachado pode servir como ponto de entrada para o monóxido de carbono. Porém, rachaduras no metal são visíveis a olho nu, facilitando então a sua localização. 

Agora se você não tem certeza se há rachaduras no trocador de calor, é melhor pedir uma segunda opinião de especialistas.

Sobrecarga

Se o permutador de calor produzir cargas excessivamente, poderão surgir problemas graves… 

Quando há um volume bastante alto de carga passando pelo trocador, seu sistema de aquecimento pode não funcionar mais como deveria.

Corrosão induzida quimicamente

A corrosão no permutador de calor é causada pela interação complexa de produtos químicos entre os fluidos e outros materiais que circulam no permutador. A corrosão pode acontecer na casca, no tubo e em outras partes do trocador.

Incrustação

A incrustação é um dos problemas mais comuns nos trocadores de calor. Ocorre quando sólidos, como areia, algas, sujeira, etc., são depositados em superfícies condutoras, dificultando assim a capacidade do trocador de transferir calor de um meio para outro. 

Em casos graves, a incrustação pode ser muito cara, particularmente quando os depósitos causam o bloqueio de tubos internos. 

Nesses casos, os operadores podem ser forçados a retirar a unidade de serviço para ser desmontada e limpa. 

Manutenção

A manutenção de rotina ajudará a reduzir o risco de incrustação. 

Garantir que os permutadores permaneçam dentro das faixas de operação projetadas com relação à vazão/velocidade, pressão diferencial e temperatura também é crítico para a prevenção.

Portanto, impeça estes problemas do trocador de calor identificando a causa e claro, realizando as manutenções corretamente!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *