Tudo que as pequenas empresas precisam saber sobre automação industrial

A automação industrial é uma solução para aumentar a produtividade e, consequentemente, a lucratividade dos empreendimentos. Ao contrário do que muitas pessoas podem imaginar, a tecnologia também pode ser aplicada em pequenas empresas, melhorando a eficiência dos processos, ajudando na economia de tempo e recursos.

São diversas as atividades que podem se tornar mais eficientes com a automação. As tecnologias podem ser implantadas desde o contato com cliente por e-mail, até o controle de sistemas de estoque, por exemplo.

Aos empreendedores de diversos segmentos, independente das dimensões do negócio, é importante conhecer os principais tipos de automação, analisando os benefícios, e estudando passos para a implementação das tecnologias.

automação industrial

Automação industrial para pequenas empresas

A automatização não está restrita às grandes indústrias. Apesar de ser muito útil para as unidades fabris que produzem milhares de produtos todos os dias, com processos incluindo esteiras, maquinários robóticos e sensores, as tecnologias podem ser aplicadas a empreendimentos de praticamente qualquer dimensão.

Elas substituem o trabalho manual realizados pelos funcionários, contribuindo para aumentar significativamente a produtividade, reduzindo o tempo gasto com cada tarefa.

Por isso, pode-se dizer que a automação industrial tem o mesmo potencial nas pequenas empresas, com ganhos importantes, embora em uma escala menor.

Entretanto, o investimento ainda é ignorado por muitos empresários, mesmo nos segmentos de produção.

Uma pesquisa realizada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) e divulgada em 2017 abordou a adoção das tecnologias digitais, com manufatura avançada, na chamada indústria 4.0. O estudo apontou para o fato de que as empresas brasileiras ainda estão se familiarizando com a automação industrial e, principalmente, com os efeitos que ela pode ter sobre a competitividade de mercado. 

Foram consultadas cerca de 2 mil empresas de diversos portes, e 42% não conseguiram identificar as tecnologias com maior potencial para impulsionar os empreendimentos, em uma lista com 10 alternativas.

O desconhecimento se mostrou ainda maior entre as pequenas empresas, alcançando 57%. Os dados mostram que a automatização ainda é subaproveitada pelos empreendimentos, o que pode ocorrer devido à ignorância ou negligência dos empresários.

Benefícios da automação industrial

O investimento em automação industrial pode acrescentar às empresas benefícios como:

  • Aumento da produtividade, com mais produção em menos tempo;
  • Mais confiabilidade, com menos erros em trabalhos de alta precisão;
  • Diminuição dos custos, menos desperdício, menos recursos humanos;
  • Redução do tempo gasto nas tarefas rotineiras;
  • Facilidade para focar em áreas mais estratégicas;
  • Mais lucratividade e competitividade de mercado.

Assim, gestores e funcionários não perdem tempo com tarefas manuais. A automatização facilita o andamento das atividades, possibilita mais espaço para a ampliação de setores estratégicos. Os funcionários podem focar mais na prospecção de clientes, elaboração de orçamentos e negociações com parceiros.

Principais tipos de automatização para pequenas empresas

Os tipos de automações que podem ser aplicados nas indústrias variam, principalmente, de acordo com o porte dos empreendimentos. 

A automação industrial pode ser mais simples ou complexa, sempre com o objetivo de proporcionar mais crescimento aos negócios.

De uma maneira geral, ela é aplicada para substituir a mão de obra de funcionários em atividades rotineiras e repetitivas. Por isso contribui para aumentar a qualidade, eficiência e confiabilidade dos processos industriais. 

Os principais tipos de automação são:

Automatização de processos internos

Os processos internos de uma empresa de montagem industrial em SP, por exemplo, podem ser melhorados com o simples uso de uma planilha compartilhada. 

Trata-se de uma automatização porque permite a realização de tarefas operacionais e de controle de uma maneira mais ágil.

Outra opção são os filtros de e-mail, que ajudam agrupando remetentes em uma mesma lista, de acordo com critérios pré-estabelecidos. As mensagens também podem ser encaminhadas e determinar ações, com a conexão do conteúdo com outras ferramentas, como softwares, planilhas e sistemas de gestão variados.

Automatização no atendimento

Sempre que um consumidor consegue executar um processo sem o auxílio de um funcionário, existe automação. Alguns exemplos comuns são os caixas eletrônicos, guichês para pagamento de estacionamento ou parquímetro na rua.

Uma maneira de automatizar o atendimento aos clientes nos ambientes online, como no site ou redes sociais de uma empresa de engenharia elétrica SP, é por meio de chatbots. Os softwares simulam conversas naturais com os usuários, respondendo dúvidas por meio do reconhecimento de palavras-chave.

Automatização no sistema de vendas

Os sistemas de vendas podem ser automatizados principalmente na implantação de e-commerces (comércio eletrônico, por meio de websites). 

Nesses casos, os usuários escolhem produtos ou serviço de injeção de peças plásticas, para exemplificar. Eles selecionam quantidades, cores, tamanhos e formas, depois definem a forma de pagamento e informam o endereço para entrega.

Para isso, a interface do cliente precisa ser simples e intuitiva. Por outro lado, os sistemas são responsáveis por gerir bancos de dados e estoque. Também pode emitir nota fiscal, disparar e-mails, receber o pagamento, contactar o transportador, entre outras atividades.

Automatização do controle de estoque

As planilhas manuais podem ser pouco confiáveis, porque aceitam erros de preenchimento quando não são integradas a sistemas automatizados. Ao controlar o estoque com softwares online, gestores das instalações industriais conseguem mapear o tempo todo a quantidade de peças de cada produto, incluindo entradas e saídas de estoque.

A gestão também pode ser integrada à frente de caixa, desencadeando todas as ações necessárias a partir das vendas. Os sistemas também podem ser responsáveis pela emissão de nota, registro de saída de produto, controle financeiro e contábil.

Automatização da gestão financeira

Controle de fluxo de caixa, administração de contas a pagar e receber, receitas e despesas são atividades que podem ser automatizadas nas empresas de manutenção de redutores industriais, por exemplo. 

Desta forma, a gestão financeira ganha agilidade e muito mais confiabilidade, evitando erros.

A automação da gestão financeira possibilita uma visão mais ampla do negócio, envolvendo todos os setores das empresas. É possível obter relatórios periódicos, identificar gargalos e oportunidades, aumentando a concentração dos empreendedores nas estratégias mais adequadas ao mercado.

Automatização da produção

Na produção de peças e acessórios industriais, como equipamentos de redução excêntrica, por exemplo, máquinas, esteiras e robôs realizam diversas atividades, aumentando a eficiência dos processos. 

Além de aumentar a produtividade, os sistemas automatizados de produção também contribuem para diminuir perdas e falhas de produção, reduzindo desperdícios.

Como implantar a automação industrial nas pequenas empresas?

Para as pequenas empresas, qualquer investimento deve ser muito bem planejado. Com capital de giro que costuma ser mais limitado, a exposição a grandes riscos pode ser bastante prejudicial.

Para automatizar a montagem de circuito impresso, por exemplo, recomenda-se que o empreendedor seja realista na elaboração do projeto, definindo calendário, orçamento disponível e opções de automatizações viáveis. 

Cada detalhe é fundamental para que o plano seja fácil de administrar, mesmo na ocorrência de imprevistos e surpresas desagradáveis. É fundamental atentar-se para as especificações dos projetos de automação, que devem ser desenvolvidos com a consultoria de engenheiros especializados.

Ao invés de priorizar a instalação de todo o projeto, é comum que os gestores optem pela automatização no prazo mais curto possível. Isso pode sacrificar metas, impedindo que a indústria alcance o seu maior potencial.

Diante de uma infinidade de recursos úteis e avançados para melhorar os processos de instalação de exaustor industrial, por exemplo, a informação e o conhecimento se mostram cada vez mais importantes. Afinal, não vale a pena implementar a automação, se as tecnologias não serão aproveitadas em todo o seu potencial.

Além de investir na aquisição dos maquinários tecnológicos, é fundamental preparar as equipes de trabalho, com qualificações para que os funcionários conheçam o potencial dos recursos tecnológicos, para utilizá-los da melhor forma possível.

É completamente normal que os colaboradores tenham dificuldades no contato com novas tecnologias. Por isso os treinamentos são primordiais. 

É preciso ensiná-los a utilizar as máquinas da melhor maneira possível, reduzindo os riscos de acidentes ou falhas.

Também é importante estar alerta às conexões antes de utilizar sistemas de automação industrial, com bom cabeamento de energia elétrica, sinais de operação e interligações entre os meios de comunicação. 

Tudo isso deve ser definido no planejamento e concepção do projeto de automação.

Por fim, a automação industrial pode ser implantada em qualquer empresa, mesmo nas menores e independente do segmento de atuação. 

Entretanto, os projetos precisam ser estudados e executados de maneira realista, levando em conta necessidades e características de cada planta industrial.

Além de respeitar o orçamento e os recursos da organização, a automação industrial devem aproveitar as tecnologias disponíveis, desde que elas realmente acrescentem benefícios aos negócios. 

Nesse sentido, a contratação de profissionais especializados para os projetos de automação, a busca por informações e constantes atualizações se mostram muito importantes para o sucesso dos empreendimentos.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *